Vtop: Um monitor de atividade do sistema para terminal


Ferramentas de linha de comando como "top" dificultam a visualização do uso da CPU em aplicativos de vários processos (como Apache e Chrome), picos ao longo do tempo e uso de memória.

Afim de facilitar esse processo, existem diversas ferramentas como o vtop, htop e o gtop.

Mas o que é o Vtop?
O Vtop é um monitor de atividades de código aberto e gratuito para a linha de comando. Está escrito em node.js e pode ser facilmente estendido. Por que não verificar o código fonte?

Qual a diferença entre o vtop e o gtop?
Com o VTOP você consegue monitorar apenas o CPU, Memória e os PID. Já com o GTOP você consegue monitorar CPU, Memória, SWAP, PID, Network e o Disco.

Outra diferença entre os dois é que com o VTOP você consegue matar um determinado PID, setar um intervalo em que o monitorar irá atualizar os dados mostrados na tela, consegue também mudar o tema do monitor, desativar interação com o mouse e definir um tempo para o monitor ser fechado automaticamente. Já com o GTOP não temos essas opções mas em contrapartida ele consegue monitorar mais recursos.

Como instalar
Se você ainda não possui o Node.js, faça o download primeiro. Recentemente eu fiz uma postagem explicando como instalar o node.js utilizando o asdf-vm.

Após instalar o node.js, execute o comando:
npm install -g vtop

E agora?
Para abrir o monitor basta executar o comando:
vtop
Pronto, agora você deverá ver algo parecido com a imagem abaixo:
vtop

Para visualizar todos os comandos disponíveis no vtop, basta rodar o comando vtop -h.

Atalhos de teclado
u para atualizar para a versão mais recente do vtop.
Seta para cima ou k para mover a lista de processos.
Seta para baixo ou j para mover para baixo.
g para ir para o topo da lista de processos.
G para ir para o final da lista.
dd para matar todos os processos nesse grupo.

Para maiores informações acesse o github do projeto.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Oh My Zsh: Melhorando a produtividade do seu terminal

pgAdmin 4: Configurando um server do Postgres